Como utilizar redes sociais para potencializar os resultados de marketing digital?

Emeritus |24 dezembro, 2019 | 6 - minutos para ler

Qualquer grupo de pessoas discutindo e compartilhando conhecimento pode ser definido como uma rede social. Mas, no contexto digital, as redes e mídias sociais vão além e acabam sendo essenciais para trabalhar a sua estratégia de negócios.

Em tempos de Marketing Digital, no qual o conteúdo é rei, entregar boas informações, por meio do melhor canal, torna o trabalho mais relevante. Sem contar que as redes permitem uma comunicação de mão dupla, com mais interação, e uma presença digital mais robusta — principalmente para quem pensa com criatividade e inovação. Continue conosco para entender melhor como redes e mídias podem potencializar um negócio.

O que são redes sociais?

As redes sociais são maneiras de facilitar a comunicação e a interação entre pessoas, grupos ou mesmo organizações e empresas que compartilham valores ou ideias similares.

Trata-se de um termo que não vem de agora, inclusive. Antes mesmo de a internet inovar as formas de comunicação, já existiam relacionamentos entre pessoas dividindo objetivos, ideias e valores em comum por meio de redes sociais — e elas não necessariamente precisavam estar conectadas à internet.

No contexto digital, uma rede social é uma plataforma que permite criar, compartilhar e divulgar conteúdos, facilitando a comunicação e interação entre todos de um grupo.

Redes sociais X mídias sociais: entenda a diferença

As mídias sociais são as aplicações ou plataformas digitais que possibilitam o compartilhamento e a transmissão em massa dos mais diversos conteúdos, sejam textos, fotos, vídeos, entre outros. Por exemplo, um blog ou mesmo o YouTube.

Assim, toda rede social pode ser uma categoria dentro da mídia social, porém, esta última tem a ver mais com a transmissão do que com a interação entre os seus usuários.

Redes sociais: como elas surgiram

Desde a década de 1990, diversos serviços vieram para facilitar o agrupamento digital de pessoas e o compartilhamento de ideias. Por exemplo, o Classmates.com, famoso nos Estados Unidos e no Canadá, por possibilitar o encontro entre pessoas que estudaram juntas.

O Six Degrees veio logo na sequência e se baseava em um modelo de rede social que permitia aos usuários listarem amigos e familiares. No Brasil, esse conceito se popularizou demais graças ao MySpace, lançado em 2003, e principalmente com o Orkut, de 2004.

Existente desde 2004, o Facebook ganhou força em nosso país a partir de 2009 e, hoje, os brasileiros são a terceira maior nação presente nessa rede, ficando atrás somente da Índia e dos Estados Unidos.

Quais são as redes e mídias sociais mais utilizadas no Brasil?

mídias sociais

De acordo com o relatório Digital In 2019, o Brasil tem mais de 140 milhões de usuários ativos em redes sociais. Sendo que a penetração da internet no país atingiu 70%, bem acima da média global que fica em 57%. Aqui, as redes e mídias sociais mais populares são:

  • YouTube;
  • Facebook;
  • WhatsApp;
  • Instagram;
  • Facebook Messenger;
  • Twitter;
  • LinkedIn;
  • Skype;
  • Snapchat;
  • Tumblr.

O que é exatamente fazer marketing nas redes e mídias sociais?

Mais do que pensar em anúncios explícitos, é preciso focar em bons conteúdos, tendo em mente que o público não quer mais ser interrompido por uma campanha ou ser convencido de algo que talvez nem precise.

As melhores estratégias não soam como anúncios, mas, sim, como materiais criados para informar, sanar dúvidas ou até entreter os usuários. Distribuir um e-book gratuito, compartilhar um link do seu blog ou divulgar um infográfico fortalece a reputação das empresas e melhora o relacionamento com potenciais clientes.

Como elas potencializam os resultados de uma campanha de marketing digital?

As redes sociais, assim como as mídias, estão intrinsecamente ligadas à produção de marketing de conteúdo. Para uma marca, é importante garantir a sua presença entre os diversos canais — até porque é possível que as pessoas estejam falando mal ou bem da empresa, mesmo que esta não tenha um perfil oficial.

As redes sociais, utilizadas por milhares de pessoas, são ótimas formas de entregar o conteúdo e ser notado, mesmo para quem ainda não segue o perfil. Isso, claro, é viável graças aos compartilhamentos e ao buzz da estratégia. Assim, marcar presença em uma rede traz diversas vantagens, conforme explicaremos na sequência.

Presença digital

Ter um perfil ativo da empresa nas redes sociais escolhidas é uma forma de ser encontrado mais facilmente, fato. Tal como apostar em um conteúdo criativo e de qualidade acaba sendo um diferencial competitivo importante na hora de conquistar possíveis clientes.

Em tempos nos quais o Inbound Marketing é tão essencial para diminuir o ROI e conquistar mais possíveis clientes, a presença digital deve ser pensada em diversos níveis, incluindo as redes mais necessárias ao público específico.

Branding

Quando uma organização tem um perfil que compartilha informações e interage com os seguidores, ela está trabalhando o seu branding a longo prazo. É preciso divulgar os seus valores e pensar de forma estratégica no conteúdo que vai ajudar no fortalecimento de marca, atraindo mais fãs e possíveis consumidores.

Interação

Uma estratégia com publicações constantes não quer dizer muito se você não interage com o seu público. Ao postar os conteúdos, é vital acompanhar o que os usuários curtem, comentam — e se esforçar para respondê-los. Essa interação ajuda a construir um relacionamento de confiança entre as duas partes.

Lembrando também que os usuários nunca vão falar com uma marca se ela não levantar bandeiras, polêmicas ou não. Pense em uma voz e linguagem (mais culta, mais politizada, mais engraçada etc.) que funcione e siga nessa linha. Nubank, Netflix e HubSpot são bons exemplos para se inspirar.

Segmentação de público

Postar algo em uma mídia social não quer dizer que a mensagem vai chegar para qualquer pessoa. A maior parte das redes e mídias contam com ferramentas que facilitam a segmentação do conteúdo. Ou seja, é possível impactar apenas o público que realmente vai lhe trazer algum tipo de retorno.

Mensuração de resultados

Uma das maiores vantagens do marketing digital é a mensuração em tempo real. Com as redes sociais, não é diferente: é possível acompanhar de perto as curtidas, os comentários e os compartilhamentos, assim como perceber o alcance de cada postagem e rever a estratégia ou mesmo potencializá-la.

Como acertar na estratégia?

São diversas opções possíveis, e a ideia não é criar perfis aleatórios em todas as redes que forem surgindo. Por isso, atenção ao passo a passo para criar uma estratégia eficiente e saudável.

1. Descubra o propósito da rede

Pesquise sobre cada uma delas para entender as suas funcionalidades, a quantidade de público que atrai e até a forma de usar. Só dessa forma é possível extrair o melhor de cada uma para a estratégia.

2. Conheça o seu público

De que adianta manter um Instagram atualizadíssimo se o seu público usa mais o LinkedIn? É preciso fazer pesquisas para entender qual das redes mais conversa com as pessoas que deseja alcançar.

Além disso, vale verificar os horários que eles mais acessam e quais são os melhores dias, para acertar na agenda de publicações e ter um resultado satisfatório.

3. Analise a concorrência

Entender o que companhias concorrentes estão produzindo é essencial para não fazer menos e, principalmente, garantir o seu diferencial competitivo. Por isso, seguir os concorrentes e olhar as suas redes e mídias sociais de perto acaba sendo um trabalho recorrente.

4. Entenda a viabilidade

É natural se encantar e querer marcar presença na maior quantidade de redes possível. Porém, o questionamento maior deve ser: é possível produzir, acompanhar e responder todas as redes? Porque não adianta criar o perfil e abandonar ou, pior ainda, não responder aos usuários. Nesses casos, pense sempre que menos é mais.

A presença de uma empresa em redes e mídias sociais é fundamental para estabelecer um relacionamento mais próximo com o público e entregar os conteúdos no melhor formato e no tempo certo. Entretanto, a estratégia, para ser certeira, deve levar em conta o tipo de rede social e quem é o seu público — assim, o sucesso é muito mais provável.

Para receber conteúdos como este e ter um impacto positivo na forma como você realiza os seus negócios, assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail!

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.