info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

People Analytics: o que é e como implementar na sua empresa?

Emeritus |28 abril, 2020 | 6 - minutos para ler

Na era do big data e da transformação digital, todas as áreas da empresa precisam de métricas para avaliar o seu desempenho e conquistar resultados cada vez melhores. Sempre que falamos isso, é comum pensarmos nas áreas de operação de uma empresa. Dificilmente nos lembramos da área de recursos humanos, que trabalha com o principal capital e recurso da organização — os colaboradores. Por esse motivo, há um crescente uso de People Analytics.

Por meio dessa metodologia, são feitas a coleta, a organização e a análise de dados sobre todas as pessoas que trabalham em uma empresa. O objetivo é otimizar processos e compreender como são as pessoas que ali trabalham, assim como quais comportamentos lhes motivam e as tornam mais produtivas. Entenda mais sobre o tema neste artigo.

A metodologia People Analytics

Com a aplicação de People Analytics, é possível compreender o impacto que o aprendizado e o desenvolvimento das pessoas têm no seu orçamento e na geração de receita. Todavia, para conseguir essas informações, é preciso fazer a aplicação correta dessa metodologia. A seguir, abordaremos o passo a passo de como executá-la na sua organização.

O principal recurso do People Analytics são os dados. Por isso, o primeiro passo é fazer a coleta de todas as informações acerca dos trabalhadores da empresa. Os dados sobre os recursos humanos podem ter diversas fontes, como softwares de gestão, redes sociais, reviews de performance, pesquisas internas e, claro, conversas com os funcionários.

Após a coleta de todos os dados necessários, analise as perguntas que devem ser respondidas com a matéria-prima coletada. Algo interessante de ressaltar é que quanto mais informações você conseguir coletar, mais possibilidades de análise podem existir.

Com o cálculo e respostas para os seus questionamentos, o próximo passo é realizar a análise das informações. Isso significa gerar conhecimento para tomadas de decisões com base em dados. Para que as suas descobertas sejam ainda mais valiosas, pode-se fazer o cruzamento de diversos dados, compreendendo a conexão e o funcionamento do sistema da sua organização. Por exemplo, a relação entre o tempo de empresa e o salário que os funcionários recebem.

Para finalizar e gerar valor a partir de People Analytics, os responsáveis por tal análise devem, junto aos líderes da organização, criar estratégias e planos de ação para melhorar os resultados da empresa. É importante compartilhar com a liderança as fortalezas e fraquezas identificadas a partir dessa metodologia, para que eles possam também realizar ações pontuais com seus times e suas operações.

Como iniciar o uso dessa metodologia

people analytics

Para implementar e iniciar a aplicação da metodologia, é preciso responder a algumas perguntas:

  • Qual é o objetivo almejado? Quais são os problemas que devem ser solucionados?
  • Como será feita a coleta de dados para análises?
  • Quais são os parâmetros das análises?
  • O que será feito a respeito? Como People Analytics trará resultados concretos?

Além disso, é importante ter a certeza de que o time responsável pela execução dessa estratégia está pronto para isso. Bem como ter garantia de que os dados são coletados de fontes confiáveis.

Pontos de atenção

Com o projeto estruturado e pronto para ser executado, alguns pontos merecem atenção redobrada. People Analytics é uma metodologia que é feita essencialmente com e para pessoas. Logo, elas precisam colaborar para que o resultado seja positivo. Para que isso aconteça, é necessário que tenham conhecimento sobre o projeto.

Comunique toda a liderança sobre como, quando e quais ações serão realizadas para aplicação de People Analytics. Assim, eles poderão se reunir com as suas equipes para, da melhor forma possível, comunicar sobre e se colocar à disposição para eventuais dúvidas. A transparência na comunicação evita também boatos e possíveis receios causados por um projeto que investigará a forma e o propósito de trabalho de todos os colaboradores.

Um calendário de ações, com a definição de responsáveis por cada uma das etapas e atividades a serem realizadas, é fundamental para o sucesso do projeto, principalmente na sua primeira aplicação. Dessa forma, na próxima vez que um projeto de People Analytics for feito, será mais fácil entender os pontos de atenção e o que saiu de acordo com o planejado.

Por último, mas não menos importante, é fundamental que tenha uma pessoa responsável pelo monitoramento de todas as ações para garantir que elas estão sendo executadas conforme combinado na etapa de planejamento.

Benefícios do People Analytics

É ainda bastante comum a gestão de pessoas ser feita com base na intuição dos líderes, assim como muitos processos da área de RH. Contudo, nem sempre o instinto leva ao melhor caminho e decisão. Por esse motivo e para conseguir obter resultados positivos, é importante basear todas as tomadas de decisões em dados coletados em fontes confiáveis.

O People Analytics permite entender qual é o perfil mais adequado e alinhado com determinada vaga e cultura organizacional da empresa. Por meio de pesquisas e análise dos seus resultados, identifica-se as competências e os comportamentos que deve-se buscar nos processos seletivos e também que devem ser aprimorados por meio de treinamentos e capacitações.

Ainda sobre o processo seletivo — mas que também pode ser aplicado em outros casos —, é possível otimizá-lo, uma vez que ele é analisado de perto e de modo periódico. A Google, por exemplo, que é uma das pioneiras na aplicação de People Analytics, reduziu o número de entrevistas realizadas para efetuar a contratação de talentos. Com a análise de dados, a equipe de RH percebeu que, com apenas entrevistas, seria possível encontrar o candidato certo, não sendo necessárias as outras oito etapas.

Outra vantagem da metodologia é o oferecimento de benefícios que os seus colaboradores realmente desejam. Auxílios como plano de saúde e programas de atividades físicas são fatores que podem fazer com que a taxa de retenção da empresa seja maior.

Nesse sentido, a Google também é um case de sucesso. Em 2011, criou o Projeto Aristóteles que ouviu os funcionários e criou políticas internas que atendessem às necessidades da equipe. O objetivo era gerar mais satisfação no time para, consequentemente, melhorar o engajamento e comprometimento de todos.

A atividade de People Analytics ainda pode e deve evoluir muito nos próximos anos. É esperado o uso de inteligência artificial para a geração de dados, bem como seu cálculo e suas análises. Graças a essas evoluções da metodologia, haverá também uma melhora significativa no desenvolvimento de ações e estratégias com foco nas pessoas, que serão positivas para os trabalhadores e as organizações.

Se gostou deste conteúdo, leia o nosso artigo para entender como metodologia ágil, inovação e transformação digital se relacionam.

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.