info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Um panorama do mercado digital no Brasil

Emeritus |02 junho, 2020 | 6 - minutos para ler

O Brasil é o 35º país mais favorável para fazer negócios digitais, de acordo com um levantamento realizado pela Harvard Business Review (HBR). O comércio eletrônico deve crescer 18% em 2020 alcançando a marca de R$106 milhões segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Números como esses revelam que o mercado digital no Brasil já não é mais novidade, sendo que ainda deve crescer em faturamento, negócios e usuários.

A expansão dessas iniciativas se dá pelas mudanças de comportamento entre clientes e marcas, relacionamento interpessoal e consumo, graças à democratização da internet e ao uso de tecnologias, como o smartphone. Essas alterações ampliaram as possibilidades de negócios e, consequentemente, a necessidade de políticas governamentais e econômicas que facilitem a criação e o crescimento de transações comerciais online.

Tendo em vista a importância para a economia global, é válido entendermos mais sobre o que é o mercado digital, qual é o panorama atual no Brasil e no mundo, assim como as tendências que podemos aguardar para o setor. Confira!

O que é mercado digital

O mercado digital nada mais é do que o ecossistema de negócios digitais, os quais por sua vez são empresas do universo online. Tanto e-business quanto e-commerces fazem parte do mercado digital. A todo o momento, são criadas e lançadas empresas e iniciativas nesse universo, visto a agilidade com que ocorrem evoluções e mudanças na era digital.

Além do crescente número de usuários da internet, outro motivo que leva a esse desenvolvimento de forma exponencial é a rápida geração de oportunidades para diferentes públicos. Isso acaba atraindo mais e mais pessoas por solucionar problemas, que até então não eram resolvidos, de forma inovadora. Outra característica relevante é a criação de modelos de negócio que nunca haviam sido vistos — como Uber, Netflix, iFood.

O mercado digital é caracterizado também por algumas vantagens e facilidades. Nesse novo segmento, a criação de um negócio é muito mais simples e é mais fácil conquistar a sua própria audiência.

Podemos dizer que o fator mais vantajoso do mercado digital é o baixo investimento necessário para a construção e o lançamento de algo inovador, quando comparado ao mercado offline. Além do custo baixo, o retorno tende ser alto, visto que as fronteiras de alcance de público são menores — muitas vezes, limitam-se apenas a algum fator logístico ou de legislação.

Mas é claro que nem tudo são flores. Por mais que cada país tenha suas particularidades, alguns desafios são comuns a empresas digitais, como a necessidade de questões regulatórias específicas — como a proteção aos dados do usuário —, a resistência de mercado por ser algo que até então não existia e a velocidade de crescimento desse negócios.

Cenário do mercado digital no Brasil

mercado digital no brasil

Analisando o ranking da HBR, a primeira conclusão que podemos tirar é que a posição do Brasil no ranking de países mais atrativos para negócios digitais pode evoluir muito — como comentamos, nossa nação está em 35º dentre os 42 países analisados.

Temos muito a aprender no que diz respeito a, por exemplo, empreendedorismo, inovação e políticas públicas sobre o mercado digital, principalmente com países como Estados Unidos e Reino Unido, que estão no topo da lista.

A pesquisa da HBR

Para compreender o panorama do mercado digital no Brasil de forma qualitativa — indo além da sua posição em uma lista —, é importante olhar de forma detalhada para a metodologia aplicada pela HBR para chegar ao ranking, assim como quais fatores foram levados em consideração.

O grande objetivo da pesquisa era entender, de forma mais profunda, os motivos que fazem com que os países sejam considerados pelo Banco Mundial como nações fáceis ou difíceis de se fazer negócio digital — levantamento este que coloca o Brasil em 124º em uma lista com 190 países.

A definição do ranking da revista levou em consideração fatores que impactam diretamente o desenvolvimento de negócios inovadores como infraestrutura, acesso digital da população, disponibilidade de profissionais capacitados e banda de conexão, além da posição no Banco Mundial Doing Business 2019. Por outro lado, questões inerentes aos negócios digitais e a esse mercado também foram analisadas: acessibilidade de dados, comércio eletrônico, mídia digital, economia compartilhada e freelancers online.

Cenário brasileiro

O mercado digital do Brasil é relativamente novo se for comparado aos países que lideram esses rankings. Por esse motivo, algumas questões, principalmente no que se refere às legislações específicas para esses negócios, ainda são pouco desenvolvidas.

Entretanto, isso é positivo quando pensamos nas oportunidades que ainda existem para o crescimento desse setor. Nesse sentido, é interessante a percepção de que quanto mais desenvolvido é o país economicamente, há maior tendência de uma atuação potente e significativa do mercado digital — tendo em vista que a parcela da população com acesso à internet ainda está em crescimento acelerado por aqui.

As morosas burocracias do Brasil — processo de abertura de um negócio, obtenção de crédito e pagamento de impostos, por exemplo — são pontos que dificultam o crescimento do mercado digital do país e, consequentemente, o desenvolvimento da economia. Uma vez que a economia não cresce da maneira que poderia, o país tende a levar mais tempo para sair de crises econômicas que influenciam, muitas vezes, tensões políticas. É como um ciclo.

Desafios do mercado digital no Brasil

O cenário pode ser repleto de desafios, principalmente no que diz respeito a questões políticas e legais. Contudo, não há motivo para pessimismo quando o assunto é mercado digital. O Brasil ainda está no início desse processo, bem como há um crescente número de pessoas com acesso à internet. Logo, existem muitos segmentos a serem impactados de forma positiva por soluções que ainda não conhecemos.

Além disso, com mais pessoas estando conectadas, maior é a tendência do crescimento de transações em e-commerces, do compartilhamento de bens online e das possibilidades de mídias digitais. A resolução desses pontos faz do Brasil um país mais atrativo para o investimento internacional em inovação e tecnologia para atuação e desenvolvimento de negócios digitais.

Por esse motivo, de forma geral, podemos dizer que o contexto do mercado digital no Brasil está bem quando comparado a outros países — embora possa melhorar. Com o desenvolvimento desse segmento, é fundamental pensar em estratégias de marketing digital para os negócios crescerem. Para isso, é preciso estar preparado. Você está? Descubra com a leitura deste artigo sobre os desafios do líder 4.0.

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.