info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Panorama e estratégias das organizações unicórnio

Emeritus |27 dezembro, 2019 | 6 - minutos para ler

Há diversos conceitos e termos usados no mundo empresarial: churn, transformação digital, organizações unicórnio. Com as mudanças acontecendo em ritmo acelerado, novas terminologias vão surgindo e, às vezes, é difícil conhecer todos os significados e entender como esses conceitos podem ajudar no seu negócio.

Neste texto, abordaremos o conceito de organizações unicórnio. Mostraremos a origem do termo, o seu significado, bem como o que você pode aprender com essas empresas de sucesso para aplicar no seu dia a dia profissional. Então, continue a leitura para conhecer as estratégias dessas organizações!

O conceito de organizações unicórnio

O conceito de unicórnio é muito utilizado — e desejado — no universo das startups. Ele refere-se a empresas que atingiram o valor de mercado de 1 bilhão de dólares antes de fazerem o seu IPO, ou seja, abrirem capital na bolsa de valores.

O termo, com esse significado, foi criado em 2013 pela fundadora da Cowboy Ventures, Aileen Lee, em um artigo de sua autoria. A empreendedora usou a figura do unicórnio por sua representatividade mitológica de força, além do fato de unicórnios serem raros.

Tal raridade justificava-se na época, uma vez que, em 2013, existiam pouco menos de 50 empresas unicórnio no mundo todo. Porém, hoje, já são quase 250 organizações que podem ser classificadas como tais. Entre as organizações unicórnio atualmente estão Nubank, Airbnb e Rappi.

O crescimento do número de organizações unicórnio

A maioria dos unicórnios criaram negócios que até então não existiam. Por exemplo, com o Airbnb, você pode se hospedar na casa de alguém por apenas uma noite. Ou ter um cartão de crédito do Nubank em que você tem total liberdade e controle da sua gestão por meio de um aplicativo para smartphone.

É possível que você esteja se perguntando o que aconteceu para que o número de organizações com esse alto valor de mercado crescesse tão rápido e de modo exponencial. Alguns pesquisadores do Vale do Silício também ficaram curiosos quanto a isso e fizeram uma análise de alguns fatores que podem ter levado ao aumento do número de organizações unicórnio no mundo todo.

De acordo com o artigo da revista Harvard Business Review, a pesquisa da Play Bigger confirmou que as empresas estão de fato crescendo mais rápido nos últimos anos. Mais especificamente, as empresas fundadas entre 2012 e 2015 cresceram cerca de duas vezes mais rápido do que aquelas fundadas entre 2000 e 2003.

Para os pesquisadores, há uma série de motivos que levaram a esse crescimento. Novos serviços são criados e adotados pelas pessoas em uma velocidade muito alta. Tais serviços são distribuídos de forma rápida desde o lançamento do iPhone e da sua loja de aplicativos em 2007. Além disso, o marketing boca a boca hoje acontece em uma escala maior pelo uso de redes sociais como Facebook e Instagram.

As tendências para o mercado de unicórnios

Apesar de algumas instabilidades no cenário econômico mundial, a abertura de capital e a animação dos investidores não sofreram desaceleração. No entanto, desde o final de 2018, a situação mudou e nem tudo são flores.

As coisas ficaram um pouco diferentes desde o fracasso do processo de abertura de capital da WeWork. Para a revista Forbes, esse é aparentemente um ponto de inflexão no mercado. Desde então, os investidores passaram a ser muito mais cautelosos quanto aos riscos na aplicação em IPOs.

Além disso, está acontecendo uma inversão na relação entre organizações e investidores. Antes, as startups é quem corriam na busca pelo capital de grandes investidores. Hoje, os investidores é quem competem para financiar startups. Como consequência, há a avaliação exacerbada das organizações por parte desses capitalistas.

Estratégia das organizações unicórnio

Cada negócio é um negócio. Há suas peculiaridades, seus desafios, suas necessidades e suas vantagens próprias. Por isso, não há como definir um passo a passo para criar e tornar o seu negócio um unicórnio. Entretanto, há diversas estratégias das organizações que já são unicórnios que podem servir como lição e inspiração para você e sua empresa.

O Vale do Silício pode ser um ambiente propício para originar um unicórnio. Porém, diferentes países, como o Brasil, também já têm suas valiosas organizações. Contudo, a colaboratividade, o desenvolvimento de uma cultura organizacional forte e o investimento em atração e retenção de talentos são essenciais desde o dia 0 para que o seu negócio se torne um unicórnio.

Se compararmos os atuais unicórnios, perceberemos que todas as organizações são o resultado de uma combinação entre inovação de serviço e tecnologia com estratégias de entrada e expansão de mercado bem pensadas e eficientes.

Foco no consumidor

Vivemos a era do relacionamento, o momento em que os clientes devem sempre ser o centro de toda e qualquer estratégia organizacional. Ter foco no consumidor é muito mais do que fornecer um atendimento diferenciado e ágil. Quando falamos em foco no consumidor, isso significa mudar o mindset de todas as pessoas que trabalham na sua empresa para que elas tenham o cliente sempre em mente, em toda e qualquer ação que tomar.

Para isso, desde o momento da criação da solução, é necessário pensar nas necessidades do público. Entender o que eles realmente desejam e necessitam, a fim de desenvolver algo que realmente lhes seja útil. É preciso estar sempre atento à experiência dos seus consumidores, antes mesmo de eles se tornarem seus clientes.

Inovação

Como vimos, inovação é a base das empresas que se tornaram unicórnios. A maior parte delas criou um novo serviço ou produto que, até então, não se imaginava que era possível e até mesmo necessário. Atualmente, as pessoas estão dispostas a apostar, usar e acreditar em soluções que estão com uma visão no futuro.

Você até pode se inspirar em empresas que já existem. Entretanto, se o que você oferece já existe ou é parecido com outras soluções, há grandes chances de você ser engolido por eles. Então, não tenha medo de criar produtos, serviços e estratégias inovadoras para conquistar o seu lugar no mercado.

Resiliência

Por ser algo completamente novo, muitas coisas podem sair diferente do que você imaginou e planejou. É preciso ser resiliente e não desistir logo no primeiro desafio. Porém, não insista no erro. Saiba quando é hora de mudar e mude. Não há problema em desviar o caminho planejado.

Em um mercado que muda constantemente como o atual, é fundamental prestar atenção a novas tendências, tecnologias e comportamentos para que sua empresa não fique para trás. Ser resiliente também está relacionado a como você se adapta ao ambiente. Para se tornar um unicórnio, isso é fundamental.

De maneira geral, tornar a sua organização um unicórnio ainda não é algo simples e que a maioria das empresas consegue. Contudo, trabalhar com um propósito, foco e sempre atento às tendências é um caminho que deve ser seguido por você que deseja se tornar uma organização unicórnio.

Então, que tal receber no seu e-mail as principais novidades para ficar por dentro de todas as notícias desse universo empresarial? É simples! Assine a nossa newsletter!

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.