info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Estratégias de marketing digital para potencializar seus resultados

Emeritus |24 janeiro, 2020 | 6 - minutos para ler

Os benefícios e a importância de se trabalhar com estratégias de marketing digital já não são mais novidades. Contudo, uma pesquisa realizada pelo The Boston Consulting Group e apoiada pelo Google mostra que 98% das empresas brasileiras não aproveitam o marketing digital. Isso se dá por diferentes motivos, como a falta de entendimento de como executar essas estratégias e a implementação das tecnologias necessárias para isso.

A pesquisa ainda traz a informação de que mais da maioria das organizações se encontram em estágio emergente quando o assunto é as estratégias de marketing digital. Esse fator pode ser preocupante visto que o mundo, hoje, está cada vez mais conectado, e as buscas por marcas e produtos, assim como as compras online, já são a maioria.

Para sair desse estágio emergente, aproveitar ao máximo os benefícios das estratégias de marketing digital e fazer com que elas potencializem os seus resultados, é preciso entender como funcionam os diferentes tipos de estratégia de marketing digital.

Estratégias de marketing digital

O primeiro passo para potencializar os seus resultados com estratégias de marketing digital é entender o que significa tal conceito. Nada mais é do que uma série de ações realizadas no meio online, a fim de que a empresa conquiste os seus objetivos. Elas podem acontecer em diferentes canais, sendo eles pagos ou tendo sido conquistados, e servir de apoio a outras estratégias de marketing.

Há diversas maneiras de colocar em prática as estratégias de marketing digital. Abordaremos as cinco estratégias conceituadas pelo consultor, palestrante e professor da Columbia Business School, David Rogers. Tais tipos são diretamente relacionados aos principais comportamentos dos clientes na internet.

O especialista acredita que, na era digital, as pessoas se comportam em rede e não mais como indivíduos isolados dentro de uma massa de atores. Isso significa que nós nos relacionamos uns com os outros e com as organizações de todos os tipos a todo o momento.

Ao fazer essa análise, o professor identificou cinco comportamentos principais desses clientes em rede. São eles: acesso, engajamento, personalização, conexão e colaboração. Esses comportamentos dão origem e nome aos tipos de estratégias de marketing digital que gerarão ou agregarão valor aos seus produtos e serviços.

Estratégias de acesso

estratégias de marketing digital

Como o próprio nome diz, as estratégias de acesso existem para tornar a empresa, o negócio, o produto ou o serviço mais acessível ao seu público. Vivemos em um momento no qual as pessoas estão conectadas quando e onde quiserem. Por esse motivo, a marca precisa estar em todos os lugares, atuando de modo ativo, para ser encontrada de modo rápido e fácil.

Dessa maneira, sempre que os clientes buscarem por dados e conteúdos sobre o seu negócio ou sobre determinado segmento de mercado, encontrarão informações no mesmo instante. Isso significa estar presente nos meios tradicionais de comunicação, como rádio e TV, e nas mídias mais recentes, como em smartphones.

Engana-se quem pensa que isso vale somente para produtos, serviços e soluções digitais. A Nike, por exemplo, tem o Nike+, um aplicativo em que os atletas conseguem acessar e compartilhar dados sobre corrida em seus computadores e celulares com a maior comunidade de corrida do mundo.

Estratégia de engajamento

Em uma realidade na qual recebemos milhares de informações a todo instante, as organizações precisam pensar e executar ideias que despertem a atenção e o interesse do público. A melhor forma de realizar isso é criando conteúdo de qualidade — que os clientes realmente desejam consumir. Isso significa disponibilizar assuntos que entretém, informam e respondem às dúvidas e necessidades do público.

Um belo exemplo é a estratégia realizada pela Mastercard. A marca de cartões de crédito tem um blog de viagens no qual compartilha histórias e aventuras de viagens dos seus titulares. Além de um conteúdo que interessa e engaja o público, a Mastercard tem, no seu blog, uma ferramenta em que os clientes podem acessar experiências inesquecíveis usando o cartão da marca.

Estratégia de personalização

Ter informações detalhadas sobre os seus clientes é fundamental para criar ações e produtos personalizados de acordo com as suas necessidades e o seu perfil. Esqueça a produção para um público em massa, pois eles funcionam apenas em casos muito específicos — e, em sua maioria, no mundo offline.

Quando falamos em personalização, queremos dizer que é preciso fornecer conteúdos, serviços e produtos de acordo com o que seu público espera. Fazendo isso, você agrega valor e se diferencia dos concorrentes, além de gerar maior envolvimento dos seus clientes para com a sua empresa. Um belo exemplo é o das instituições Donors Choose and Kiva, que inovaram permitindo que os doadores escolhessem os projetos e as pessoas que desejam ajudar.

Estratégia de conexão

O objetivo das estratégias de marketing digital de conexão é criar uma interação verdadeira e produtiva entre clientes e marca. A todo o momento, as pessoas compartilham opiniões, experiências e ideias nas suas redes sociais. É papel da empresa monitorar e analisar esses comentários para que sejam criadas novas estratégias, produtos e serviços na empresa.

A GoPro levou a estratégia de conexão com os seus clientes a outro nível. A marca publicou, em seu canal do YouTube, uma série de vídeos produzidos pelos seus clientes mais fiéis, com o objetivo de divulgar a sua nova câmera. Assim, foi possível perceber as percepções dos usuários sobre o novo produto.

Estratégia de colaboração

Alguns negócios são criados já com o intuito de serem colaborativos. Mas isso não é uma regra para criar uma estratégia de conexão. É possível apenas convidar os clientes para que eles colaborem e ajudem você a construir uma nova solução ou melhorar determinado produto já existente pelas redes sociais.

O Waze é um aplicativo que ajuda os seus usuários a chegarem aos seus destinos. Porém, o seu grande valor agregado é graças às informações atualizadas pelos clientes em tempo real ao passar pelas ruas durante a sua rota.

Essas estratégias de marketing digital podem ser utilizadas em empresas de todos os tamanhos dos mais diversos segmentos. Para que elas potencializem os resultados do negócio, é importante conhecer não só o cliente, mas também as peculiaridades da empresa e os seus processos. Assim é possível adaptar essas estratégias de acordo com a realidade de cada organização.

Se você gostou da forma como o professor David Rogers estrutura e caracteriza os diferentes tipos de estratégias de marketing digital, é possível continuar aprendendo com ele no curso online de Marketing Digital. Você estudará como planejar, executar e analisar os dados e os resultados para se destacar no mercado digital. Para saber mais informações, basta acessar a página do curso.

Saiba qual curso do Emeritus tem tudo a ver com você!Powered by Rock Convert

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.