info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Era digital na prática: comportamento ou tecnologia?

Emeritus |21 fevereiro, 2020 | 6 - minutos para ler

De fato, as tecnologias têm muito poder e influência no dia a dia das pessoas. Entretanto, quando falamos em era digital, há algo que é tão importante quanto o desenvolvimento de novas tecnologias. Estamos nos referindo à mudança nos hábitos e comportamentos humanos, seja individualmente, seja em sociedade.

As empresas investem e se preocupam muito com inovação em Big Data, Machine Learning e IoT. De certa forma, essa inquietude está correta e tem fundamento. Todavia, de nada adianta atribuir recursos a isso, se não há o entendimento de como essas tecnologias estão sendo e serão consumidas.

A forma como nos relacionamos, consumimos produtos e serviços e nos informamos sobre o que acontece no mundo mudou drasticamente, além da estrutura organizacional das empresas e o modo como trabalhamos — o que é chamado de futuro do trabalho, apesar de já acontecer. Continue conosco para compreender mais sobre a era digital.

Como obter resultados com inovação

O descaso com o fator humano pode ser atribuído ao insucesso de muitas inovações tecnológicas e de novos produtos e serviços das empresas. De acordo com a Harvard Business Review, 70% das iniciativas de transformação digital não atingiram os resultados desejados.

Em muitos casos, quando se fala em transformação digital, a liderança da empresa já sabe quais são as ferramentas ou tecnologias que precisam ser desenvolvidas sem ter em mente qual é o objetivo da execução de tal investimento.

Definição de um objetivo

O investimento em inovação deve ser o meio, e não o fim de uma estratégia de negócios. Antes de definir a tecnologia ou no que a empresa investirá, é importante entender os motivos de tal ação: ganho de produtividade, redução dos custos de produção, melhora no atendimento ao consumidor, entre outros.

Somente depois de definir o objetivo é indicado fazer a escolha das ferramentas que auxiliarão na conquista das suas metas. Para decidir qual é a ferramenta ideal, é interessante analisar informações acerca do processo e do público para entender as peculiaridades da empresa e identificar as necessidades de adaptação para obtenção de resultados positivos.

Confiança no seu time

O sucesso de uma empresa está muito relacionado à equipe que trabalha em tais projetos. Além de talentosos e especialistas naquilo que fazem, os colaboradores são grandes conhecedores dos processos da empresa e de todas as suas peculiaridades. Eles conseguirão aprimorar os seus processos e gerar resultados positivos muitas vezes melhores do que uma empresa de consultoria.

Contudo, para isso, a cultura de inovação precisa ser apresentada como algo relevante para todos. Alguns colaboradores têm medo de que a transformação digital resulte na troca da sua mão de obra por máquinas. Por isso, é extremamente importante que a liderança da empresa deixe claro que a transformação digital é fundamental para o desenvolvimento deles como profissionais e positiva para a empresa, uma vez que há o crescimento da sua atuação.

Agilidade

Já que falamos em cultura, as empresas que passam pela transformação digital precisam ter agilidade em seu DNA. A era digital exige que essa seja uma habilidade de todos da organização. É fundamental que as decisões sejam tomadas de maneira veloz e que as mudanças possam ser percebidas e realizadas rapidamente.

É por isso que as empresas da era digital têm estruturas organizacionais mais simplificadas, sem tantas hierarquias e que proporcionam autonomia a todos para que os processos sejam acelerados.

A importância do comportamento humano

era digital

Nem só de desenvolvimento tecnológico se faz a era digital, como mencionamos. As pessoas e os seus comportamentos são extremamente importantes para compreender e fomentar a transformação digital nas empresas.

Logo, a experiência que os indivíduos têm junto à sua empresa deve receber atenção especial antes mesmo do desenvolvimento de tecnologias e inovações. Atualmente, nós consumidores desejamos uma experiência única, personalizada e eficiente.

Compreensão do público

Hoje vivemos de modo diferente. A tecnologia está presente em quase todas as nossas tomadas de decisão de consumo — seja consumo de informações, produtos ou serviços. Estamos hiperconectados, e as empresas devem acompanhar essa tendência.

Por esse motivo, a pesquisa de comportamento do seu público se torna essencial para a sobrevivência em um mercado altamente competitivo como o atual. Dessa forma, será possível aprimorar a sua comunicação com o público, identificar onde ele se encontra e quais são as suas principais necessidades.

Customer centricity

O cliente é fundamental para o desenvolvimento de novas tecnologias. Esse é um dos motivos pelos quais se fala muito no conceito de customer centricity, que nada mais é do colocar o cliente sempre no centro de todas as tomadas de decisão. O foco no consumidor não se diz respeito apenas a entender as suas expectativas quanto a um bom atendimento ou quais são as suas necessidades para a criação de novos produtos.

Sua estratégia deve refletir o cuidado que você tem ao se relacionar com os seus consumidores. Por isso, é importante preocupar-se em oferecer ferramentas, serviços e produtos que estejam de acordo com as necessidades dos clientes e que facilitem a tomada de decisão do seu público.

Para que a estratégia reflita o foco no consumidor, a cultura da empresa precisa estimular comportamentos que coloquem o cliente no centro de qualquer tomada de decisão, por mais simples que ela seja. O bom relacionamento e uma experiência excelente são a soma perfeita para fidelizar clientes e fazer com que eles sejam embaixadores da sua marca, aumentando o alcance da sua empresa.

Era digital na prática: a combinação de comportamento e tecnologia

Mas, afinal, era digital na prática: comportamento ou tecnologia? De modo simples e direto, a resposta para essa pergunta é os dois.

O desenvolvimento de novas tecnologias é importante para acompanhar a rápida evolução do mercado. Contudo, de nada vale oferecer para os seus stakeholders a melhor e mais nova tecnologia se ela não atende às suas necessidades, se não agrega valor para aquilo que é importante para eles.

Por isso, é crucial entender o comportamento e os hábitos dos seus consumidores, para oferecer as melhores soluções e aprimorá-las conforme a tecnologia evoluir e as necessidades do público mudarem.

Outros pontos muito importantes sobre comportamento humano na era digital são a mentalidade e a cultura voltada para inovação da equipe que ali trabalha e pensa em novos processos, produtos e serviços.

Os líderes precisam mudar o mindset do time, para que eles entendam que a transformação digital impulsiona a empresa e o seu trabalho, e não o contrário. Dessa forma, eles são estimulados a sempre adotarem e empregarem ferramentas digitais e inovarem em processos da empresa. Além disso, eles são os seus clientes internos — fundamentais para gerar uma boa imagem da organização.

Gostou deste conteúdo? Tem alguma dica sobre como viver a era digital na prática no ambiente empresarial? Compartilhe nos comentários!

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.