info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Ecossistemas de negócios: conceitos e oportunidades para empresas

Emeritus |08 julho, 2020 | 6 - minutos para ler

O ecossistema de negócios trata-se de uma inovação nos modelos de gerenciamento empresarial, considerando toda a comunidade econômica que tem ligações com o trabalho realizado. No entanto, esse conceito ainda gera dúvidas entre os empreendedores, em especial sobre o seu significado, os benefícios e as oportunidades que ele proporciona.

Para ter sucesso no negócio, é essencial compreender esse sistema, a fim de manter a competitividade e acompanhar as tendências. Sem isso, a empresa não terá condições de se adaptar e corre o risco de deixar de ser interessante para o mercado.

Por esse motivo, preparamos este conteúdo esclarecendo as oportunidades e os conceitos relacionados aos ecossistemas de negócios. Continue a leitura e se informe!

Por dentro do conceito de ecossistema de negócios

Na biologia, o ecossistema é composto pelo conjunto de comunidades que vivem em determinado espaço da natureza, interagindo entre si e com o meio ambiente. Essa foi a inspiração para aplicar o termo no cenário empresarial, com as adaptações necessárias para que ele faça sentido.

Nesse contexto, os ecossistemas de negócios tratam de estruturas dinâmicas de diferentes organizações que estão interligadas, dependendo uma das outras para que tenham sucesso. Assim, elas conseguem gerar valor para os clientes. Aqui, cumpre destacar que diversos agentes compõe o sistema:

  • empresas de diferentes portes;
  • clientes;
  • concorrentes;
  • fornecedores;
  • instituições de ensino;
  • governo.

Esse ecossistema passou por diversas etapas até chegar aos modelos atuais. Por isso mesmo, a seguir, esclarecemos como foi a evolução do conceito. Confira!

Modelo centralizado

Comum na década de 90, esse modelo era formado por grandes conglomerados associados ao sucesso e à prosperidade. O poder é centralizado, e todas as estratégias são determinadas pelos diretores. De certa forma, apesar de ter garantido bons resultados, ele também trazia limitações, já que tudo era comandando a partir de um grupo pequeno de pessoas.

Modelo distribuído

Com o crescimento da digitalização nos negócios, a partir do ano 2000, a agilidade no desenvolvimento e na implementação de estratégias se tornou fundamental. Para se adaptar a essa necessidade, as organizações passaram a distribuir as atividades em unidades menores que tivessem autonomia e independência.

Modelo compartilhado

A partir de 2010, o crescimento das empresas se tornou mais acelerado, afetando o funcionamento dos ecossistemas. Com isso, ficou evidente a necessidade de aumentar a velocidade de tomada de decisões e de implementar estratégias nos negócios, sem que as unidades perdessem a sinergia. Assim, mesmo com a divisão de setores ou a criação de organizações independentes e menores, elas atuam em conjunto.

Ecossistema de negócios

Por fim, a consolidação dos ecossistemas aconteceu com a identificação dos benefícios que a relação entre diversas empresas pode trazer. Afinal, elas se unem para fortalecer competências e inovar. Assim, mesmo com a independência, há uma forte sinergia entre os negócios.

Conhecendo os benefícios de um ecossistema de negócios

ecossistemas de negócios

Todas as empresas estão inseridas em um ecossistema de negócios, mas nem todas identificam isso e participam ativamente dele. Assim, deixam de aproveitar os benefícios que isso pode trazer para o empreendimento.

Oportunidades de inovação

As empresas que participam ativamente do ecossistema atuam em conjunto para procurar oportunidades para inovar no mercado. A colaboração aumenta as oportunidades de identificar e desenvolver novas soluções.

Os benefícios não se limitam às empresas que participam ativamente desse ecossistema: a comunidade também conta com vantagens, como novas chances de emprego e melhores soluções para o dia a dia.

Suporte para superar desafios

A participação ativa no ecossistema permite a criação de parcerias importantes que poderão prestar suporte diante de desafios e dificuldades. O mercado é extremamente competitivo, mas isso não significa que diferentes empresas não podem trabalhar em conjunto para passar por esses momentos.

O ecossistema também pode trabalhar junto para traçar e implementar estratégias que permitam vencer os desafios que surgem no mercado com frequência. Com a visão de diversos negócios proporcionada por diferentes experiências e ideias, é possível unir forças para determinar soluções realmente eficientes para fortalecer o ecossistema e superar as adversidades.

Transformação digital

A transformação digital é constante, e cada vez mais surgem tendências que precisam ser acompanhadas pelas empresas. O mercado conta com diversas organizações que são verdadeiros gigantes da tecnologia, como a Google, a Amazon ou a Apple.

Entretanto, para elas, também é interessante conseguir criar um ecossistema e atrair outras empresas para fazer parte dele. Isso gera ainda mais oportunidades para o seu negócio, como o acesso a ferramentas que ajudem nos processos internos ou parcerias que tragam rentabilidade.

A união com outras empresas também ajudará a compreender quais são as oportunidades trazidas pela transformação digital, além da importância de implementar determinadas estratégias, como o omnichannel.

Diferencial competitivo

A união entre as empresas e os parceiros no ecossistema de negócios garante um diferencial competitivo importante, principalmente devido ao seu grande potencial de inovação e de disrupção no mercado. Todavia, para conseguir aproveitar essa oportunidade, é essencial ter processos digitalizados e investir na coleta de dados que serão utilizados para embasar a tomada de decisão.

É necessário considerar o novo perfil do consumidor, que conta cada vez mais com informação e também tem uma postura mais ativa ao cobrar soluções adequadas das empresas. Assim, a adoção de uma metodologia ágil e a criação de parcerias ajudam na criação de produtos e serviços mais atrativos.

Descobrindo as oportunidades de um ecossistema de negócios

Mesmo entendendo o conceito de ecossistema de negócios, é importante identificar onde a sua empresa está inserida para atuar de forma conjunta com parceiras e aproveitar o contato com os consumidores para desenvolver soluções. Somente assim é possível procurar as melhores oportunidades, que envolvem:

  • levantamento de informações sobre as necessidades do mercado e dos consumidores;
  • criação de ambientes de incentivo às atividades, além da implementação de medidas inclusivas;
  • busca de opções de investimento ou oportunidade para que os investidores encontrem o seu negócio.

Desse modo, além de entender o funcionamento dos ecossistemas de negócios, a empresa deve estar preparada para ser ativa no meio e descobrir oportunidades. A troca de experiências entre os empreendedores, assim como a abertura para receber feedbacks de todos os agentes do sistema, também ajudará nessa tarefa, trazendo mais oportunidades para crescer.

Achou este conteúdo interessante? Se você quer acompanhar outras dicas importantes, assine a nossa newsletter e receba as atualizações do nosso blog e outros artigos sobre o tema diretamente no seu e-mail!

Saiba qual curso do Emeritus tem tudo a ver com você!Powered by Rock Convert

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.