info Declaração sobre o COVID-19

Apesar de o vírus estar afetando a todos de formas diferentes, os nossos cursos online continuam, como planejado.
Considere a oportunidade de se juntar à nossa sala de aula global e online, tendo, dessa forma, uma experiência enriquecedora e interativa que vai estimular a sua carreira.

Como criar e incentivar uma cultura de aprendizagem na empresa?

Emeritus |26 Maio, 2020 | 6 - minutos para ler

Quando falamos de transformação digital, futuro do trabalho e desenvolvimento de soft skills, ouvimos os estudiosos dizerem que um dos pilares fundamentais de tudo isso é aprender a aprender. Em um ambiente organizacional, não é possível apenas cobrar por essa postura dos colaboradores. É fundamental incentivar uma cultura de aprendizagem na empresa.

Você pode pensar que esse conceito de learning organization é algo novo, muito relacionado ao papel das lideranças na era digital. Mas, não. A verdade é que esse termo surgiu na década de 1990, no livro A Quinta Disciplina do cientista Peter Senge. O autor se tornou popular após uma análise sobre sua teoria publicada na Harvard Business Review.

De acordo com Senge, uma organização com a cultura de aprendizagem é aquela em que o aprender faz parte da rotina de todas as áreas da empresa. Não apenas de forma individual, e sim como algo coletivo inerente à cultura.

Mas por quais motivos é importante investir no desenvolvimento dessa cultura de aprendizagem? Como criá-la? É o que veremos a seguir. Confira!

Por que é preciso criar uma cultura de aprendizagem nas empresas?

cultura de aprendizagem

Não é apenas porque empresas reconhecidas internacionalmente, como Google e American Express, usam e abusam dessa estratégia que é importante incentivar a cultura de aprendizagem. Há uma série de benefícios para os colaboradores e, claro, para a organização.

O incentivo e investimento no desenvolvimento dos profissionais prova que você realmente se preocupa com as pessoas que ajudam a empresa a crescer. Consequentemente, há a criação de um melhor ambiente organizacional, que reafirma a cultura do coletivo. Desse modo, as pessoas passam a cooperar mais umas com as outras.

A experiência gerada para o colaborador faz com que ele queira crescer junto à empresa. Isso gera um posicionamento no mercado mais positivo, facilitando a atração de novos talentos e a retenção dos atuais funcionários, por exemplo.

Como você deve imaginar — e por mencionarmos a Google no início deste tópico—, a cultura de aprendizagem faz com que as equipes sejam mais criativas. Logo, resoluções de desafios e conflitos surgem de forma rápida. É criado um ambiente extremamente propício à inovação.

Como incentivar uma cultura de aprendizagem?

Existem milhares de formas de incentivar a cultura de aprendizagem nas empresas. É claro que muitas delas precisam de alto investimento financeiro. Entretanto, há uma série de ações que podem ser feitas para você dar os primeiros passos, sem a necessidade de alocar muitos recursos. Esse é o foco das nossas dicas para ajudar você a iniciar esse movimento na organização em que trabalha.

Liderança pelo exemplo

Líderes servem como exemplo para um indivíduo ou grupos. Logo, a liderança da empresa deve ser apoiada e incentivada a realizar cursos e treinamentos. Também é possível promover workshops ministrados de líderes para líderes. Dessa forma, eles acreditarão na importância da aprendizagem e propagarão tal iniciativa.

Feedbacks

Ter um canal aberto para ouvir a opinião dos colaboradores é fundamental para o desenvolvimento pessoal e também da cultura organizacional. Receba da melhor forma possível a opinião do time sobre as ações de aprendizagem e identifique quais são os temas que eles gostariam de trabalhar nesse momento. Isso ajudará a ter um investimento correto e efetivo.

Flexibilidade

Ser flexível é permitir que diversas formas de aprendizado sejam realizadas pelos colaboradores. Isso significa ter meios e horários diferentes, por exemplo. Além disso, incentive e introduza métodos não tradicionais de trabalho e criação. O objetivo é tirar a equipe de sua zona de conforto para que possam pensar e buscar conhecimento de forma autônoma.

Ao contrário dos treinamentos, a cultura de aprendizagem é uma iniciativa aberta a questionamentos e de diálogo. Essa é uma excelente forma de gestão de pessoas, feita para criar um ambiente de crescimento colaborativo em que todos ganham.

Gostou das nossas dicas? Assine a nossa newsletter e receba por e-mail outras formas de garantir inovação e o crescimento sustentável da sua empresa!

Saiba qual curso do Emeritus tem tudo a ver com você!Powered by Rock Convert

Comente

Receba Conteúdos exclusivos
sobre Business Management!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.